Transtorno de Ansiedade Social (TAS)

Atualizado: 23 de jul. de 2021



O que é ansiedade social?

Ansiedade social é o nervosismo ou desconforto em situações que envolvem interação com outras pessoas e está relacionado ao medo e a preocupação de ser negativamente avaliado, julgado ou constrangido por outras pessoas.

Os seres humanos têm diferentes traços de timidez ou extroversão, e algum grau de ansiedade na interação social está presente na maioria das pessoas.


O que é transtorno de ansiedade social (TAS)?

É um transtorno crônico (não desaparece por conta própria).

Nele, a ansiedade social persistente causa sofrimento e prejuízo significativo para o indivíduo.


Exemplos de situações que geram ansiedade importante no TAS incluem:

  • Ser apresentado a outras pessoas;

  • Ser provocado ou criticado;

  • Ser o centro das atenções;

  • Ser observado enquanto faz algo como comer, falar ou escrever;

  • Relacionar-se com figuras de autoridade;

  • Encontros sociais, especialmente com estranhos;

  • Estar em reuniões em que a pessoa precisa se expressar / posicionar;

  • Início de relacionamentos românticos.

As manifestações fisiológicas que acompanham a ansiedade social podem incluir:

  • Medo intenso;

  • Coração acelerado;

  • Vermelhidão ou rubor;

  • Transpiração excessiva;

  • Garganta e boca secas;

  • Tremores (medo de pegar um copo de água ou usar utensílios para comer);

  • Dificuldade ao engolir;

  • Contrações musculares (principalmente próximo ao rosto e pescoço);

  • Intensa ansiedade que não desaparece é a característica mais comum.


As pessoas com TAS sabem que sua ansiedade é irracional e não faz sentido, mas pensamentos e sentimentos de ansiedade persistem e não mostram sinais de ir embora.

Quando vistas pelos outros, as pessoas com ansiedade social são muitas vezes interpretadas como sendo tímidas, quietas, inibidas, distantes e desinteressadas do contato social.

Paradoxalmente, as pessoas com TAS querem fazer amigos, fazer parte de grupos e ter interações sociais. Entretanto, embora as pessoas com ansiedade social queiram ser amigáveis, abertas e sociáveis, é o medo (a ansiedade) que as mantêm afastadas.


O que causa o TAS?

A causa exata do transtorno de ansiedade social até hoje é desconhecida. Pesquisas sugerem que o problema pode ter a base em uma combinação de fatores ambientais e genéticos.


Fatores ambientais:

  • Lares extremamente rígidos;

  • Vivência de situações de humilhação;

  • Controle;

  • Falta de apoio;

  • Busca de aprovação;

  • Expressão emocional baixa ou nula.


Fatores genéticos: Parentes em primeiro grau de pessoas com transtorno de ansiedade social têm cerca de três vezes mais probabilidade de serem afetados com a condição do que o restante da população.

Características da personalidade: Indivíduos tímidos, introvertidos, perfeccionistas e responsáveis são predispostos a fobia social.


É necessário tratar o TAS?

A principal consequência da ansiedade social está no impacto negativo que pode causar. Problemas nas relações pessoais, realizações acadêmicas e interferência no desempenho profissional e desenvolvimento social.

Por conta de sua característica crônica, a longo prazo pode causar a ruptura de amizades, laços de afinidade com familiares e desemprego.


Como é o Tratamento do TAS?

A medicação é útil para muitos portadores de TAS, sendo que a classe de medicações mais usada são os antidepressivos.

Pontua-se ainda, que vários estudos indicam que a combinação da medicação com modalidades ativas e estruturadas de psicoterapia, como a terapia cognitivo-comportamental, é a que apresenta maiores benefícios a longo prazo.



#transtornoansiedadesocial #TAS #ansiedadesocial

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo